sábado, 15 de setembro de 2012

Olhe com outros Olhos

Tenho recebido alguns e-mails ou comentários dizendo: "Eu vou fazer isso algum dia" ou "ah, um dia eu começo mesmo" ou então, "ah, não consigo, eu organizo mas desmantelo tudo novamente algum tempo depois".
Então eu resolvi escrever sobre o assunto. Será um post com um pouco de "Senta que lá vem História", mas vale a pena ler até o final. Vamos lá?

Eu já contei que durante algum tempo, por alguns motivos eu não conseguia me organizar, uma parte da casa ficava, mas como não tinha espaço exato para cada coisa, logo estava tudo bagunçado novamente. Muito bem, agora eu tenho um guarda-roupas descente e a vida com organização, começa a entrar nos eixos. Você tem local certo para organizar as coisas, então mais de meio caminho andando. Pensa comigo:

Quando eu era criança adorava brincar de casinha, fazia comida, arrumava a casa, deixava tudo organizado, era a glória viver naquele mundo de sonho, com tudo do meu jeito e como eu queria. E aí, a gente cresce, correria para lá e pra cá e nos esquecemos de continuar brincando de casinha, porque torna-se a coisa + chata do mundo. Mas por quê? Por quê tem que ser assim? Afinal agora, eu tenho a casa real e posso colocar os meus sonhos em prática, então por quê a gente perde o prumo? Os homens são mais persistentes nesse quesito, eles até hoje jogam bola, saem e fazem coisas que trouxeram de crianças.

Vocês me desculpem mas eu vou dizer que toda essa coisa de: "não sou organizada", "não consigo manter o que arrumo", "estou cansada", é preguiça, pura desculpa. E eu sou assim também.

Que tal você parar agora, é, agora, nesse momento e olhe a sua casa, daí de onde você está. Tem coisas para arrumar? A bagunça da mesa do computador tá ali bem à sua frente? Tem coisas chatas como lavar louça ou passar roupas ou organizar gavetas? Então eu sugiro o seguinte: OLHE PARA SUA CASA COM OUTROS OLHOS.

Juro, funciona.

Imagine o quanto você lutou para estar onde está, para ter tudo o que tem e porque agora que tem, não cuidar? Vai lá, mãos à obra! Nada é chato se você fizer com amor, com aquela mesma vontade de quando brincava de casinha, lembra? Organize uma gaveta e veja soluções, mude a cor, mude de lugar, jogue fora, pegue uma caixa e faça dela divisórias etc. Você vai ver o quanto é diferente quando você se coloca com um outro olhar. Mude, decore, pinte. Não, não precisa ser nada grande, faça coisas pequenas, pequenos detalhes, que mudam sua casa e seu jeito de ver.

Aqui, eu mudei até o espelho de luz.
Esse foi o primeiro, mas muitos virão.
E você, o que vai fazer agora?

A foto está ruim, mas dá para vocês terem uma idéia.


Se animou?
Então mexa-se e depois me conte!

4 comentários:

Lu Marinho disse...

Este post combina exatamente com o meu momento atual e me serviu direitinho, me deu o último empurrão para mudar as coisas por aqui. Sabe eu não tenho local para guardar tudo aqui em casa e não tenho verba para um guarda roupa decente, mas eis que tomei a decisão de "me virar" enquanto não tenho o dindin, comprei umas opções provisórias e baratas (não tão bonitinhas) que me ajudarão nesta fase. E sim, vou olhar a minha casa real, como àquela queridinha de quando era criança... Acho que realmente vai ficar mais fácil. Depois te conto meus progressos!

K disse...

olha eu tambem não tenho lugar (ainda) para muita coisa, mas eu me inspirei e estou tentando olhar a coisa diferente, porque senão, o tempo passa e a gente vive nessa constante: "quando der". Então, dá a mãozinha e bóra mudar tudo, começar do zero e organizar a vida! Adorei a visita! beijo e me conta mesmo e se quiser pode até mandar fotos! ;)bom domingo, aí. Vc parou com os blogs, né? saudades!

Paty Alvarenga disse...

#tapãonacara#
:) adorei.

Lu Marinho disse...

Eu parei os blogs antigos, e comecei um quando engravidei. Depois do aniversário de 1. ano do Gu dei uma sumida de lá. Anteontem escrevi alguma coisa... Mas vou te contar, este post seu me inspirou inclusive a voltar com blog. Esta semana, se der frutos, já te aviso. E pode esperar, fotinhas virão! :-) Beijão!