quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Cai, levanta e assim seguimos

Estou para postar várias coisas, mas quem disse que consigo? Mas você Luciana, mexe com meus brios e olha eu aqui.
A vida não é fácil, acordar cedo, trabalhar, enfrentar trânsito, problemas dentro e fora de nós e ainda arrumar coragem para postar e encontrar ânimo para organizar ou não desorganizar a vida.

Esses dias têm sido difíceis, já há alguns meses o desânimo toma conta de mim, a organização teve seus percalços, dias que deixei tudo para o outro dia porque precisava simplesmente descansar, não fazer nada, relaxar, curtir minha tristeza, minha introspecção, minha falta de ânimo. Sim, porque ela vem e os dias nem sempre são belos e ensolarados e com isso, a falta de vontade de manter a organização aparece. Quem nunca?

Eu leio constantemente, inclusive arquivos antigos os links da Thaís do Vida Organizada, Mum´s the boss e The Happiness Project, entre outros que tenho aqui, para encontrar formas de melhorar, de organizar melhor ou ter novas idéias e isso, dá um novo prisma à essa tarefa, assim como um novo ânimo. O que eu tenho realmente aprendido é: a casa não fica como casa de revista todos os dias, você tem que ir lá, arrumar, lavar louça, tirar poeiras, re-organizar coisas que já foram tidas como feitas. É assim, não tem jeito. Mas o melhor é ter prazer nisso. Sei que às vezes é difícil. Mas eu continuo a bater na tecla: não há nada melhor que jogar tudo fora e organizar para se sentir mais leve. Minimalismo + Organização = andam juntas e te deixa + feliz e menos estressada!

Comigo nesses meses acontecia de eu querer muito organizar uma gaveta, DVDs e simplesmente não encontrar forças para o feito e fui deixando um pouco para lá, mas só um pouco, porque eu encontrava algo para arrumar, mexer, consertar e parar de me cobrar. Muitas coisas ainda terão que ser feitas, ainda mais final de ano, mas temos que buscar de alguma forma um jeito de não deixarmos para lá a organização da vida, da casa e da alma. Para você especialmente, Lu, farei uma lista de pendências para que não se sinta tão só. :)

Tenho tentado me exercitar, meditar e acalmar o turbilhão que às vezes paira aqui dentro. Tenho tido ajuda da Paulinha em seu My Better Life, com processo de coaching, que tem me auxiliado em exercícios e ânimos com sua enorme paciência que tanto preciso no momento. Thank´s Girls!

Essa semana ainda, mais posts por aqui. Assim espero!

2 comentários:

LuM disse...

Sabe, D. K, você é uma fofa! É até engraçado como tudo o que disse coube com tanta perfeição no campo em branco após o monte de perguntas que teimam que pipocar aqui na minha cabeçola... Eu tenho plena consciência que muitas vezes eu sou minha pior inimiga, por me exigir demais, e isto tem acontecido muito ultimamente, me cobro o término das tarefas e quando nao consigo realiza-las (o que infelizmente tem sido frequente), o mundo quase desaba... Mas vamos que vamos, aguardo a sua listinha de pendencias, beijão, linda!

K disse...

É assim mesmo, amore, eu sou assim tb! Mas descobri na organização (quando eu realmente me empenhei diarimaente) que essa cobrança diminui. Faz bem, sabe?
Vou listar sim e falar de outras tantas! beijos e força aí!